Ajudante de Lava-jato é assassinado com nove tiros enquanto trabalhava em Mossoró

por - 13/02/2017 12:36

Na tarde desta segunda-feira (13), mais um crime de homicídio provocado por disparos de arma de fogo foi registrado na cidade de Mossoró.  O crime aconteceu em um Lava-jato localizado na Rua Otoniel Marques Guedes por trás da Base Integrada Cidadã da Estrada dá Raiz no bairro Santo Antônio.

A vítima identificada como Airton Magno da Silva Teles, de 19 anos foi alvejado com vários tiros de pistola calibre ponto 40 no local de trabalho.

Segundo informações da Polícia Militar, o jovem estava sentado no Posto de Lavagem onde trabalhava, quando foi surpreendido por dois homens que chegaram em uma moto de cor escura e efetuaram vários disparos em sua direção.

Airton foi atingidos com pelo menos nove disparos, inclusive na cabeça. Populares tentando salvar o jovem ainda o socorreram para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Santo Antônio, mas ele não resistiu e já chegou sem vida na unidade de saúde.

Familiares informaram aos políciais militares que foram à UPA em busca de informações, que Airton Magno já havia sofrido um atentado a tiros no passado, mas não informaram qual teria sido a motivação.

O corpo do jovem vai ser removido do necrotério da UPA para a sede do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.

Mossoró chega nesta segunda feira (13) aos 29 homicídios do ano de 2017. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

COMENTÁRIOS