Polícia Civil deflagra mais uma fase da Operação Fim de Festa e prende mais seis investigados

por - 13/09/2018 12:19

Na manhã desta quinta-feira (13), a Delegacia Municipal de São Paulo do Potengi, com apoio da Polícia Militar, deflagrou mais uma fase da Operação Fim de Festa e prendeu cinco homens e uma mulher que são investigados por serem integrantes de uma facção criminosa com atuação estadual. As prisões foram em decorrência do cumprimento de mandados de prisão e prisões realizadas em flagrante delito. Desde o início das investigações, 29 pessoas já foram presas.

As primeiras 20 prisões decorrentes da Operação Fim de Festa aconteceram logo após uma festa que foi promovida pela facção criminosa, no dia 11 de junho, na zona rural de São Paulo do Potengi. As investigações revelaram que o grupo de criminosos era liderado pelo foragido da Justiça, Alex Cassimiro de Farias, vulgo Gordo.

Durante esta fase da Operação foram presos Francisco Nilssomar de Araújo vulgo Cara de Véio, 39 anos; Diogo Salviano da Silva, vulgo Biscoito, 22 anos; Rodrigo Caetano Tavares, 19 anos, vulgo Rodrigo Boka Louca; Paulo Márcio Graciano da Silva, 23 anos, vulgo Zezinho, que foi autuado em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas; O casal José Emerson da Cruz Mota, 20 anos e Daiana Cristina da Silva, 20 anos foi autuado em flagrante delito pelos crimes de favorecimento pessoal, pois estava escondendo Diogo Salviano em sua casa, e pelo crime de desacato. Um adolescente foi apreendido em flagrante com drogas.

As investigações que deram início a Operação Fim de Festa tiveram início com a descoberta de que um grupo de criminosos ligados a uma facção criminosa do Estado estavam atuando na cidade de São Paulo do Potengi. No dia 12 de junho, as equipes da DP de São Paulo do Potengi, em conjunto com equipes da Polícia Militar das cidades da região, conseguiram prender em flagrante 18 homens e de duas mulheres, que participavam de uma festa organizada por uma facção criminosa, que estava sendo realizada no Sítio Lagoa do Canto, zona rural de São Paulo do Potengi, na noite desta segunda-feira (11). Além dos adultos presos, quatro adolescentes foram apreendidos. Os detidos foram autuados pelos crimes de associação criminosa e corrupção de menores.

No dia 26 de julho, policiais civis da 1ª Delegacia Regional de Polícia de São Paulo do Potengi prenderam preventivamente José Alberto Franco de Lima e Wanderson Brito Dantas. No dia 21 de agosto, a Polícia Civil deu cumprimento, a um mandado de prisão preventiva contra José Adriano Xavier da Silva, vulgo “Nanô”, de 32 anos. A prisão de Nanô se deu no Centro de Natal e faz parte de um desdobramento da Operação Fim de Festa, que conseguiu desarticular a chamada “Quadrilha do Gordo”.

COMENTÁRIOS