Morador de rua é assassinado a facadas próximo ao Museu no Centro da cidade

por - 19/06/2019 08:44

Mais um homicídio é registrado em Mossoró, a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, localizada na região Oeste do estado. O crime aconteceu durante a madrugada desta quarta feira 19 de junho de 2019, na Rua Tiradentes, próximo ao Museu Municipal no centro da cidade.

Um Homem ainda não identificado oficialmente, mas que segundo populares era conhecido como “Paulinho“, morador de rua e usuário de droga, foi encontrado morto em um terreno baldio com varias perfurações de faca pelo corpo.

A Polícia Militar foi acionada para o local por volta das 05h20min, depois que populares passaram nas imediações, se depararam com o corpo e ligaram para o CIOSP (Centro Integrado de Operações e Segurança Pública), através do 190. As guarnições ao chegaram no local, passaram a isolar a área do crime.

A Polícia recebeu informações no local de que a vítima, teria sofrido um atentado a tiros, na noite de ontem, terça feira (18), nas imediações do Hiper Queiroz, no Bairro Paredões, mas que, o mesmo conseguiu correr e não teria sido atingido pelos disparos. Várias cápsulas de pistola foram recolhidas no local e que foram entregues à Polícia Civil.

O delegado de plantão, Dr. Teixeira Junior esteve no local com sua equipe acompanhando o trabalho da perícia criminal e conversou com algumas testemunhas sobre o caso. Uma testemunha relatou para o delegado que a vítima, era responsável pela morte das duas mulheres encontradas boiando em uma galeria de esgotos, na última segunda feira, no Bairro Paredões. A Polícia Civil vai investigar se realmente a informação tem fundamentos ou não.

Após os procedimentos de perícia no local, o corpo do suposto morador de rua, foi removido para a sede do ITEP, onde será examinado, pela equipe de plantão do Instituto Médico legal. A Períta criminal Roberta Lícia, conversou com a imprensa e relatou que a vítima sofreu cerca de seis facadas pelo corpo e que também foi espancada. Foi possivel visualizar esmagamento de parte da cabeça, possivelmente provocado por pedradas.

Este é octogésimo quarto assassinato ocorrido em Mossoró, neste ano de 2019. O caso vai ser investigado pela Divisão de Homicídios e proteção à Pessoa (DHPP) núcleo de Mossoró.

COMENTÁRIOS