Polícia Civil elucida latrocínio em João Câmara e prende dois investigados

por - 25/06/2019 10:17

Policiais civis da Delegacia Municipal de João Câmara deram cumprimento, nesta segunda-feira (24), a um mandado de prisão em desfavor de Marcelo Augusto da Silva, conhecido como “Marcelinho”, 25 anos. Ele é investigado pelo crime de latrocínio, praticado juntamente com Rafael da Rocha Pereira e Maxssuel Jackson de Sousa Teófilo, conhecido como “Léo”, 20 anos. O crime, cometido no início da manhã do dia 21 de maio deste ano, vitimou Rogério Torquato da Silva.

Segundo as investigações, os suspeitos inicialmente praticaram uma tentativa de roubo de um automóvel, seguida de um roubo de uma motocicleta, e, momentos depois, abordaram Rogério Torquato, para substrair uma arma que ele possuía. Todos os três homens estavam portando armas de fogo no momento do crime e efetuaram disparos com dois revólveres e com uma pistola calibre 380, vitimando Rogério Torquato.

Maxssuel Jackson já havia sido preso e estava cumprindo pena em regime aberto. Na semana passada, a Polícia Civil prendeu Maxssuel Jackson , “Léo”, e, nesta segunda-feira (24), cumpriu mandado de prisão contra “Marcelino”, que estava preso na Cadeia Pública de Natal, por ter cometido um roubo na Av. Capitão-Mor Gouveia, em Natal.

A Polícia Civil pede ajuda à população para localizar Rafael da Rocha Pereira, enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS