Guardas municipais aperfeiçoam procedimentos de abordagens a pessoas e veículos

por - 19/07/2018 16:00

A Guarda Municipal do Natal (GMN) está realizando um treinamento prático direcionado aos agentes que atuam na Ronda de Apoio a Saúde (RondaS). A iniciativa busca aperfeiçoar o trabalho de patrulhamento realizado nas ruas da capital no sentido de instruir os guardas municipais em ações com a utilização de motocicletas e viaturas operacionais nas abordagens a veículos e pessoas.

As instruções têm o foco em atividades práticas com simulações de abordagens onde são especificados cada detalhe da ação, desde a ordem de comando para paralisar veículos suspeitos, passando pela perseguição propriamente dita e finalizando nas buscas pessoal e no veículo abordado.

As atividades são supervisionadas pelos instrutores do treinamento que apontam situações reais vivenciadas diariamente. Na oportunidade, são mostradas possíveis reações dos suspeitos que estão passando por revista, como também os procedimentos de segurança tomados pelo guarda municipal que conduz a ação de abordagem, esteja ele como patrulheiro, motorista de viatura ou no comando da guarnição operacional.

De acordo com a coordenação do RondaS/GMN, as instruções são ministradas com a missão de incorporar cada vez mais os procedimentos policiais no hábito do agente de segurança. Nessa direção, mesmo os guardas municipais possuindo o conhecimento de patrulhamento urbano se faz necessário o aperfeiçoamento cotidiano, já que qualquer falha numa abordagem pode gerar perigo a segurança do guarda ou das pessoas que estão ao redor da intervenção policial.

O treinamento prático de abordagem aos agentes do RondaS acontece na sede administrativa e operacional da GMN, situada na zona Norte da capital. O RondaS tem a finalidade de realizar patrulhamento ostensivo direcionado as 82 unidades médicas municipais situadas nos cinco distritos sanitários de Natal. É utilizado um efetivo diário de 25 guardas municipais que têm a responsabilidade de dar segurança aos servidores e pacientes que necessitam dos serviços de saúde oferecidos pela Prefeitura. A ação foi implantada por meio de convênio firmado entre as secretarias municipais de Saúde (SMS) e a de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes).