Guarda Municipal resgata aves silvestres nos bairros de Felipe Camarão e Bom Pastor

por - 30/11/2018 17:18

Agentes da Guarda Municipal do Natal (GMN) e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) atenderam na manhã desta sexta-feira (30), uma denúncia apontando duas residências nos bairros de Felipe Camarão e Bom Pastor, zona Oeste da capital, onde estavam sendo mantidas em cativeiro mais de 10 espécies de aves silvestre. Nos locais informados pelo denunciante, os guardas encontraram 19 pássaros presos em gaiolas.

As aves resgatadas são das espécies azulão, sabiá-laranjeira, galo de campina, graúna, sanhaçu cinzento, bigode, golinha, concriz, papa-capim e caboclinho. Os pássaros foram catalogados pelos agentes de fiscalização da Semurb e entregues aos cuidados dos profissionais do Ibama, que vão se encarregar de analisar o estado de saúde das aves e em seguida as devolver ao seu habitat.

Um dos pontos que chamou a atenção dos guardas municipais que participaram da operação foi a grande quantidade de gaiolas encontradas em um dos quintais das residências alvos da fiscalização. Muitas das gaiolas estavam inutilizadas, porém o fato detectado pelos guardas aponta para a forte suspeita de alta circulação de aves em cativeiros naquele local.

A coordenadora do Grupamento de Ação Ambiental da GMN, Francineide Maria, contou que esse tipo de delito é comum e mesmo com a fiscalização constante muita gente insiste em cometer crime dessa natureza. “É preciso que as pessoas entendam que a criação e captura de animais silvestres é crime nos termos da Lei 9.605/1998, e só de multa o infrator  pode pagar de R$ 500,00 a R$ 5.000,00 por animal encontrado em sua posse”, informou.

Os responsáveis por manter as aves em cativeiro foram notificados pela equipe de fiscalização da Semurb e vão responder pelo delito.O cidadão pode denunciar esse tipo de crime nos números 190 (Centro Integrado de Operações em Segurança Pública – Ciosp), 181 (Disk Denúncia) ou 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb).

COMENTÁRIOS