Suspeitos de latrocínio praticado em Assu é preso pela Polícia Civil

por - 24/05/2019 12:36

Policiais civis e militares da cidade de Assu deflagraram, nesta quinta-feira (23), a “Operação Jano”, em menção ao Deus da Paz, na mitologia grega. A ação teve o objetivo de prender as pessoas envolvidas no latrocínio que vitimou Junior Sena, no dia 9 de maio, em Assu.

A polícia cumpriu mandados de prisão temporária contra Janeilton Ferreira da Fonseca, de 18 anos, José Jadson Coelho Martins, de 25 anos, Bruno Lima de Araújo, de 24 anos, conhecido como “Bruno Borocochô” e Jallyson Kenedy Vitorino da Silva, de 26 anos.

Janeilton e José Jadson confessaram participação no crime, enquanto Jallyson Kenedy foi preso pelo crime de receptação. Ele havia comprado o telefone celular roubado de Junior Sena, que estava na posse de José Jadson. Bruno Lima também confessou participação no latrocínio, além de diversos roubos praticados no município. Um dos roubos foi praticado em uma panificadora da cidade no dia 3 de abril, por volta das 19 h, em conjunto com Janeilton.

Os quatro serão encaminhados para o sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS.

COMENTÁRIOS