Polícia Civil prende empresária e integrantes de organização criminosa

por - 25/09/2019 08:17

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), prenderam em flagrante, na tarde desta terça-feira (24), a empresária Maria Lázara de Souza, 55 anos, e dois homens: Arthur Mendes Nunes, 22 anos, e Flávio Willime Dino Andrade da Silva, 33 anos. 

As diligências foram empreendidas após o recebimento de denúncias anônimas informando que, em uma loja situada na Av. IV, no bairro do Alecrim, Zona Leste de Natal, estaria sendo descarregada uma carga de baterias industriais de telecomunicações, furtadas de uma Estação de Telefonia da Empresa OI, instalada no bairro de Emaús, no município de Parnamirim.

Na loja, foram apreendidas 27 baterias furtadas. No local, os responsáveis pelo furto e a empresária, que estava adquirindo os produtos, foram autuados em flagrante. Durante as diligências, os policiais ainda localizaram um galpão, no bairro do Planalto, com 10 baterias, totalizando 37 equipamentos. A mesma quantidade de baterias foi furtada na madrugada desta terça-feira (24).

Em depoimento, Flávio Willame e Arthur Mendes assumiram a autoria do crime de furto destas baterias. O crime foi cometido na companhia de outras duas pessoas. Além disso, confirmaram que venderam o material a empresária Lázara de Souza, ainda na manhã desta terça-feira (24), em sua própria loja. Segundo os suspeitos, a empresária estava ciente de que os produtos eram furtados e já teria comprado outras vezes.

As baterias estão avaliadas, cada uma, em R$ 2.000,00 (dois mil reais), mas foram adquiridas pelo valor de R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais). A carga toda está avaliada em R$ 74.000,00 (setenta e quatro mil reais) pela Empresa OI, vítima do furto.

Flávio Willame e Arthur Mendes foram autuados por furto e Maria Lázara foi autuada por receptação. Todos eles foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça. 

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou do Disque DEICOR, no telefone: (84) 3232-2862

NOTÍCIAS RELACIONADAS