Polícia Civil prende dois homens e apreende veículos, combustíveis ilegais, armas e munições em Macaíba

por - 06/12/2019 09:12

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba, com apoio da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), prenderam, nesta quarta-feira (4), Manoel Domigos de Lima, conhecido como “Manel da Areia”, 55 anos, e Francisco de Azevedo Filho, 82 anos. A ação aconteceu na cidade de Macaíba.

Manoel Domingos já era investigado por ser apontado como receptador de veículos furtados/roubados, bem como por supostamente ter uma propriedade que usaria para esconder criminosos e produtos de origem ilícita. Nesta quarta-feira (4), após serem informados que um veículo com registro de furto/roubo estaria na propriedade do suspeito, os policiais diligenciaram no local.

No Sítio Piçarrera, localizado em Lagoa de Dentro, Macaíba/RN, imóvel pertencente ao suspeito, foram encontrados dezenas de galões de combustível contendo diesel, armazenados ilegalmente, e um veículo com registro de roubo. Durante a abordagem, os policiais apreenderam com Manoel Domingos uma arma de fogo e um veículo ilegal, com alteração em seus sinais identificadores. Em razão disso, ele foi autuado pelos crimes de receptação, uso de documento falso, posse e porte ilegal de arma de fogo e crime ambiental.

Os policiais também realizaram diligências na residência de Manoel Domingos, localizada no centro do município de Macaíba. No local, foram encontrados outros veículos com adulteração dos sinais identificadores, além de uma outra arma de fogo, pertencente ao sogro dele, Francisco de Azevedo Filho, o qual foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

No total, foram apreendidos: cinco caminhões adulterados, dois tratores sem origem definida, dezenas de galões de 20 litros contendo combustível diesel, peças de caminhões de origem não identificada, uma espingarda calibre 12, uma espingarda calibre .36, munições calibre 12, .36, .38 e .44 e um Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) adulterado.

A operação continua e a Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

NOTÍCIAS RELACIONADAS