Unidades destruídas diminue número de vagas no sistema penitenciário

Os mais de 600 presos que estão no presidio Estadual de Parnamirim, se rebelaram no inicio da semana e destruíram várias grades da unidade.

Hoje, 18, reforço policial 24h foi enviado a unidade. Policiais Militares do Radio Patrulha Montada dão apoio aos agentes penitenciários.

As visitas intimas foram suspensas hoje e a direção da unidade teme um novo motin. Vários militares da força nacional e helicópteros estão em alerta a novos tumultos.

O governo do estado acredita que mais de 1000 vagas no sistema penitenciário foram destruídas. Ainda não há previsão de reformas.